PepsiCo investe em frota sustentável com foco na redução de emissão de gases de efeito estufa em sua cadeia logística



Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente, a companhia anuncia a maior compra de caminhões Scania movidos a GNV, que traz redução de até 30% nas emissões de CO2 em sua frota logística até 2030 

São Paulo, 4 de junho de 2020 – Alinhada às suas metas globais de sustentabilidade, a PepsiCo, uma das maiores empresas de Alimentos e Bebidas do mundo, inova e investe em uma frota cada vez mais sustentável. Para isso, anuncia a compra de 18 caminhões Scania movidos a GNV (gás natural veicular), ou gás biometano, a maior aquisição de veículos com esta tecnologia da história do país. A parceria da PepsiCo com a Scania tem como propósito tornar sua cadeia logística mais sustentável, colaborando para atingir a metas globais das emissões totais de CO2 até 2030. A iniciativa se soma a outras como investimentos em veículos elétricos e projeto-piloto com energia solar. 


caminhão_gnv

O anúncio é feito na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente (5), e comprova a união das empresas com o objetivo de mitigar os impactos das emissões de CO2 na atmosfera.  

“Como uma das maiores empresas do setor de Alimentos e Bebidas do mundo, a PepsiCo tem a responsabilidade de contribuir para mitigar as emissões de CO2 em toda a sua cadeia logística, aliando o fornecimento de suprimentos aos consumidores ao desenvolvimento econômico e social, enquanto ajuda a proteger o planeta e diminuir impactos”, afirma João Campos, CEO da PepsiCo no Brasil. “Por isso, ações como esta, que nos permitem ser mais carbono eficientes, são fundamentais rumo à nossa meta global de diminuir a emissão de gases de efeito estufa. Nossa preocupação com o tema é genuína e poder inovar dessa forma me traz orgulho e a certeza de que estamos no caminho certo”, completa o executivo.   

Para Eduardo Sacchi, diretor sênior de Supply Chain da PepsiCo Brasil, a parceria com a Scania mostra mais uma vez o pioneirismo da empresa em ser ambientalmente responsável. “A PepsiCo foi a primeira do setor a fazer testes com o caminhão movido a gás natural e uma das primeiras a testar veículos elétricos, o que demonstra nossa preocupação em liderar a transição para uma alternativa de transporte cada vez mais sustentável”, comenta Sacchi. “Temos o orgulho de anunciar medidas concretas, que se unem às outras que já possuímos, que vão contribuir consideravelmente para diminuir a nossa emissão de gases de efeito estufa (GEE)”, completa o executivo.   

De acordo com o vice-presidente das Operações Comerciais da Scania no Brasil, Roberto Barral, o objetivo das empresas é a transição para um sistema de transporte mais sustentável por todo o país. “A Scania está empenhada em apoiar seus clientes com soluções rentáveis que contribuam com a sustentabilidade nos âmbitos econômico, ambiental e social.”  

caminhões_gnv2

Caminhões mais sustentáveis 

Os caminhões movidos a GNV e/ou biometano (são 10 modelos G 340 4x2 e oito R 410 6x2) são destinados para percorrer médias e longas distâncias. Seus motores são Ciclo Otto (o mesmo conceito dos automóveis) e 100% à gás e biometano, ou a mistura de ambos. Os motores não são convertidos do diesel para o gás, eles têm garantia de fábrica e tecnologia confiável, com desempenho consistente e força semelhante ao caminhão a diesel. Além de serem 20% mais silenciosos.  

O próximo passo da PepsiCo é a realização de estudos técnicos de viabilidade para a produção de gás metano a partir da Estação de Tratamento de Efluentes e para a instalação de Pit Stop GNV nas bases de frota da companhia.  

 

Outras iniciativas de logística para a redução de emissão de CO2  

Os caminhões movidos a GNV se juntam a outras iniciativas da PepsiCo em termos de logística alinhada à sustentabilidade. Em março deste ano, a empresa incluiu em sua frota caminhões elétricos de 8 toneladas para a distribuição dos produtos de sua divisão de salgadinhos a comércios de pequeno e médio portes.  

Com capacidade de 8 toneladas, o modelo iEV 1200T da JAC Motors é o primeiro caminhão elétrico de médio porte no mercado nacional. Conta com baterias de 97 kWh que garantem autonomia para rodar até 250 km com uma carga.   

Além disso, a PepsiCo e a Sunew, empresa brasileira que produz tecnologia de terceira geração de energia solar, se uniram para o desenvolvimento de um projeto de energia solar pioneiro para caminhões de distribuição. A Sunew iniciou a instalação de Filmes Fotovoltaicos Orgânicos (OPV) em 10 veículos da frota de distribuição da PepsiCo em um projeto piloto, que fará a gestão da recarga da bateria dos veículos e do seu sistema de iluminação. O plano é expandir a solução de energia limpa para toda a frota da companhia e, no futuro, seguir com experimentos que possam auxiliar também o motor dos veículos a partir desta tecnologia.  

 

Sobre a PepsiCo  

Os produtos da PepsiCo são apreciados mais de um bilhão de vezes por dia, por consumidores de mais de 200 países e territórios em todo o mundo. Em 2019, a companhia gerou cerca de US$ 67 bilhões em receita líquida, impulsionada por um portfólio variado de alimentos e bebidas, incluindo 23 marcas que geram mais de US$ 1 bilhão cada em vendas anuais estimadas. Guiada pela visão de ser líder global no segmento de alimentos e bebidas convenientes, ao “Vencer com Propósito”, a PepsiCo declara sua motivação de atuar no mercado de forma sustentável em todos os aspectos relacionados ao seu negócio. No Brasil desde 1953, a empresa conta com marcas reconhecidas como QUAKER®, TODDY®, TODDYNHO®, ELMA CHIPS®, RUFFLES®, DORITOS®, CHEETOS®, FANDANGOS®, EQLIBRI®, GATORADE®, KERO COCO®, H2OH!® e PEPSI® entre outras.  

 

Saiba mais sobre a PepsiCo Brasil:  

 · www.facebook.com/PepsiCoBrasil   

· twitter.com/PepsiCoBrasil