Content Finder


Releases | Press Release
Releases

Em dez anos, PepsiCo cumpre metas de redução de consumo de água e amplia iniciativas

  22/03/2019
  • Companhia reduz 25% do consumo de água no processo produtivo
  • Redução no uso de água por quilo de alimento foi ainda maior: 50%

A preocupação com o Planeta está no centro da visão de negócios da PepsiCo globalmente. Processos produtivos sustentáveis estão entre os principais pilares desta agenda. Por isso, há dez anos a companhia estruturou o ReCon, programa de conservação de recursos, com metas claras para serem cumpridas até 2025. Entre elas, há uma de redução do consumo de água na produção de 25% em relação ao que era consumido em 2015. Meta que foi atingida pela PepsiCo já no fim de 2018.

E os avanços são grandes. Comparado a 2006, quando a agenda global Vencer com Propósito foi adotada globalmente pela companhia, o total de água gasto por quilo de alimento produzido no Brasil caiu para menos da metade: de 4,66L/Kg (2006) para 2,36L/Kg (2018), uma redução de aproximadamente 50%. Com isso, somente em 2018, foram economizados 96.500.000 de litros de água neste indicador. Para se ter uma ideia da economia, se em 2018 tivesse o mesmo consumo que existia em 2006, o gasto total de água durante o processo produtivo seria de 860.000.000 de litros a mais.

“Todas as mudanças no nosso processo são fruto de investimento e boas práticas. A PepsiCo sabe da importância do tema e, por isso, a preocupação é tão grande. Economizar e otimizar recursos naturais é fundamental para o planeta, mas também para o negócio. Nos traz vantagem competitiva e impacto positivo para a comunidade em que atuamos”, afirmou Eudes Costa, Gerente de sustentabilidade ambiental, saúde e segurança da PepsiCo Brasil.

E queremos mais. Mesmo com a meta para 2025 atingida, buscamos para 2019 a redução de mais 8% até o fim do ano. E os resultados dos primeiros meses do ano é positivo. Para isso, são diversas as iniciativas adotadas nas linhas de produção da PepsiCo. “A meta este ano é aumentar a eficiência de consumo com a redução de perdas e aumento de reúso de água nos processos e instalações”, destaca o executivo.

Tratar e reutilizar a água realmente estão no centro dos esforços da PepsiCo. O reúso de água é feito em todos os processos em que é possível fazê-lo. Em Itu, em breve será inaugurada uma estação que permitirá o reaproveitamento de até 70% dos recursos hídricos utilizados pela fábrica.

Empenhada em encontrar formas inovadoras de minimizar seu impacto no meio ambiente e tornar sua operação cada vez mais sustentável, desde 2016, a PepsiCo em parceria com a TetraPak utiliza uma solução tecnológica que permitiu a redução expressiva do uso de água na fábrica de Petrolina (PE) e, posteriormente, em Sorocaba (SP). Após expressivos resultados na economia de recursos hídricos, a PepsiCo investiu na instalação de um segundo sistema WFS (Water Filtration Station) em sua operação, uma estação de tratamento que economiza até 95% da água utilizada no processo de envase na planta pernambucana, quando comparada a uma linha convencional. Equipamento que permite poupar até 3 milhões de litros de água por ano, o que representa o consumo de uma família com quatro pessoas por 31 anos.

Dentro do programa Agro, que fornece as matérias-primas diretas – aveia, milho, coco e batata – para a PepsiCo, a economia de recursos também é mandatória. A meta da companhia é ter 100% destas matérias-primas certificadas pelo Programa de Agricultura Sustentável até 2025. Para isso, os agricultores parceiros passam por diversos treinamentos e recebem consultoria para que os parâmetros sejam utilizados. O índice de economia de água médio é de 15%.

Preservação da água faz parte da história da PepsiCo

Ao longo dos anos, a PepsiCo vem realizando uma série de projetos visando a gestão responsável de recursos ambientais. Prova disso foi a inclusão da empresa no Índice Mundial de Sustentabilidade Dow Jones por seis vezes. O índice avalia anualmente o desempenho ambiental, social e econômico, sendo o ranking mais influente nas decisões de gestores de fundos.

Um grande projeto feito pela companhia relacionado à gestão de recursos hídricos aconteceu em 2012, quando a PepsiCo se tornou a primeira empresa privada a apoiar e a financiar uma iniciativa que levou água potável para cinco milhões de pessoas em 11 estados do semiárido nordestino, por meio do programa “Um Milhão de Cisternas”. Em apenas dois anos, foram investidos cerca de R$ 3,5 milhões na ação, que é coordenada pela organização ASA (Articulação do Semiárido). O programa financiou a construção e a entrega de cisternas produtivas, que são reservatórios usados para captação de água destinada à agricultura familiar, além de cisternas destinadas a escolas públicas.

Outro marco no histórico de sustentabilidade da PepsiCo é seu apoio ao prêmio Eco-Challenge, iniciativa do YABT (Young Americas Business Trust) que reconhece ideias inovadoras voltadas para a sustentabilidade. O apoio e patrocínio ao Eco Challenge pela empresa tem como base o compromisso de fortalecer e de acelerar as transformações socioambientais em suas comunidades.

Uma das principais iniciativas brasileiras pela conservação de rios e nascentes, a Coalizão Cidades pela Água, liderada pela The Nature Conservancy (TNC), maior organização ambiental do mundo, também tem apoio da PepsiCo.

Infografico2

Related Content



Related Content